Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Salada de Batata

Mistura dos mais variados assuntos , a maioria sem qualquer interesse para os outros, mas que ainda assim vou partilhar com quem por aqui passa .

Salada de Batata

Mistura dos mais variados assuntos , a maioria sem qualquer interesse para os outros, mas que ainda assim vou partilhar com quem por aqui passa .

Já vais de férias Zá ?

 

unnamed.jpg

 Que me dera minha gente .  
Quase todos os dias tenho que descer e levar tudo para o carro, para voltar a subir, e só depois sair  com a minha mala e a cadela pela trela. De contrário, corro o risco de me esbardalhar com tanto saco mais a força que a cadela faz a puxar. 
O saco preto do ginásio é meu, o resto é da miúda. 
A mochila da escola (que essa carrega ela, era o que mais faltava eu também alombar com a mochila ) , o saco da patinagem, e a mochila preta onde leva o ipad, os phones, o telefone, os carregadores e tudo mais que ela se lembre ser essêncial à sobrevivência em casa dos avós. 
E ao regresso juntamos a isto um saco ou dois do super mercado , ou um saco com sopa e jantar de casa da Mummy . 
No outro dia cruzei-me com o chefe (que mora perto de mim ) à saída de casa, e vi a cara de espanto quando atravessei a rua cheia de sacos, mais a cadela que quase me levava de rojo , e duas miúdas atrás de mochila às costas . Quando cheguei ao emprego  ainda se meteu comigo .

E nem vale a pena desejar que cheguem as férias escolares para acabar com este acampamento, porque a logistica só piora com o campo de férias. Nos dias que tem praia são dois sacos : Um com as coisas para a praia, outro com os produtos para o banho, uns ténis e uma muda de roupa. Nos dias que tem piscina é a mesma coisa, mas com a tralha da piscina. A isto ainda junto o saco da patinagem que só tem férias em Agosto . 

Eu juro que, quando saio de casa só de mala ao ombro ,me sinto nua 

 

Coisas que me encanitam

 

- Parar o carro para deixar passar um peão que está na passadeira, e ele me fazer sinal para seguir . 

- Gente que não respeita o nosso espaço e se cola a nós em filas.

- Carros na faixa do meio a 50 km hora. 

- Pessoas que dizem "boa continuação " ou "sempre a considerar ".

- Apertos de mão sem força .

- Pessoas que chupam os dentes .

- Funcionárias de super mercados que não entendem a frase"corte bem fininho " .

- Pão mal cortado.

- Estender e apanhar meias. 

 

 

E este podia ser um post em constante actualização, que eu sou pessoa que se encanita facilmente . 
E a vocês, o que vos encanita ? 

 

 

 

Parem o mundo que eu quero sair .

 

Nojo profundo é o que sinto com a notícia do CM em que mostra um vídeo de um rapaz a masturbar uma rapariga (aparentemente inconsciente ou quase), num autocarro,  com um bando de outros jovens a assistir, a rir, e a filmar.

Há muito que os media em geral (e o CM em particular) ultrapassaram o limite do razoável. Tudo se publica em nome da informação, tudo é permitido para matar a curiosidade dos leitores.  A liberdade de imprensa não é isto, não pode ser isto.

Cabe às entidades reguladoras não permitir que nojos destes sejam publicados, mas também cabe a nós, leitores, não querer este tipo de informação. E isso só se consegue não lendo, não comprando, não alimentando este tipo de pasquim que vive da desgraça alheia  . 

Nojo é também o que me causa a atitude de todos aqueles jovens que estavam no autocarro, e que riram, e filmaram sem nada fazer para impedir a monstruosidade que ali aconteceu. Não posso, nem quero acreditar que esta é a juventude que temos, que são estas pessoas que estamos a criar.  Não revejo os meus jovens nestas atitudes, mas a verdade é que os filhos em casa não são os filhos em grupo, na sua tribo…

Não deixam também de me enojar os comentários que tenho lido por essa internet fora, muitos vindos de mulheres. Pensando bem, isso até pode explicar o comportamento de muitos jovens. Afinal a educação é muito mais pelos exemplos que damos do que por aquilo que lhes dizemos.

Penso tantas vezes que não devia ter tido filhos. Que mundo é este para onde eu trouxe uma filha ?

Ai as bolachas ...

As bolachas são a minha desgraça. 

Toda a gente sabe que uma bolachinha junto com a fruta dá-nos aquela “sensação de saciedade” (mentira, que eu ficava saciada era com uma tosta de frango…).

Só que eu abro a caixa onde guardo as bolachas e, em vez de tirar uma para acompanhar a maçã, tiro os bocadinhos que por ali andam partidos (para não desperdiçar, e porque eu tenho um leve TOC que não aguenta ver bolachas partidas na caixa). 

Vai-se a ver e só em pedacinhos acabo por comer 3 ou 4 bolachas com a maçã. 

Se o mundo fosse justo, estes pedaços de bolacha nem deviam engordar, que isto nem é gula, é simplesmente uma questão de estética e arrumação da caixa das bolachas…

 

Pág. 1/2